SEO para autores: como se destacar e escolher bem suas palavras-chave

Você já ouviu falar em SEO? 

Como eu expliquei lá no artigo sobre o sistema de recomendações de livro, categorias são importantes. Coloque nessa lista também palavras-chaves. São elas que vão fazer seu livro ser encontrado por potenciais leitores e aumentar sua popularidade e ganhos a longo prazo.

Mas primeiro o primeiro: O que SEO?  SEO significa Search Engine Optimization, ou seja, uma otimização na busca do seu conteúdo. São técnicas que podem envolver programação - principalmente quando não está em uma plataforma e você tem acesso ao código, a fazer um bom sitemap (descobre aqui o que é) e meta tags (aqui também tem explicação) ou texto.

É no conteúdo que o autor pode brilhar. Com técnicas no texto, é possível melhorar o alcance de seu livro e aparecer mais dentro da Amazon. Mas como assim?

Para a Amazon, existem alguns pontos de atenção para otimizar sua presença na busca da plataforma. São eles: nome do autor, resumo, categoria,  palavras-chave e conteúdo - e dentro desta área inclui-se  capa, a descrição, o tamanho e o preço. Então como melhorar o seu SEO?

Primeiro, escolha um bom título. 

Isso significa um título sem muitas palavras, mas que sejam chave para seu livro. Em livros esse tema é mais etério, mas vale a pena pensar algumas coisas antes de bater o martelo: já existem livros com o título que eu quero? Consigo encurtar quando ele tem mais do que cinco palavras?

Segundo, seu resumo precisa contar sua história. Mesmo. 

Já viu autores que colocam quotes? Que largam frases que você se pergunta o que vai acontecer ali? O sistema de buscas também recolhe palavras e termos do seu resumo, então você precisa ser assertivo. 

Mas nossa, tenho muita dificuldade de escrever um resumo! Eu tenho algumas regrinhas da época do jornalismo que podem te ajudar (e que a administração conhece como 5W2H): que? quem? quando? como? onde? por quê? quanto vai custar? Aqui eu explico melhor e dou exemplo.

Terceiro, escolha bem suas categorias.

A Amazon permite escolher até duas categorias. O ideal é navegar para saber se livros com a sua temática - que você já conhece porque fez o exercício do resumo e palavras-chave do seu texto - e escolher o que tiver mais dentro dos seus conteúdos.

É importante ficar atendo a isso, porque por exemplo, livros eróticos e na categoria erótica não aparecem nas sugestões pelas diretrizes da Amazon, então é importante reforçar outra  temática em uma das categorias. Também é possível mudar e fazer testes ao longo do tempo. Como expliquei lá no texto sobre o sistema de recomendação, cheguei a dobrar a leitura em dias quando mudei dentro da categoria "romances".

Por último e não menos importante, suas palavras-chave tem poder.

Aqui vamos fazer uma série de exercícios para encontrar as palavras-chave - explico melhor neste post. A Amazon tem cinco campos de palavras relacionadas e permite até 1000 caracteres em cada um. O algoritmo entende as palavras juntas e em separado mas atenção porque a plataforma quer evitar o spam, então usar TODOS os caracteres pode ser usado mais contra do que a seu favor. O ideal, de acordo com a Amazon, é usar até sete palavras-chave ou pequenas frases. O que eles sugerem para incrementar a criação de palavras úteis:
  • Cenário (América Colonial)
  • Tipos de personagens (pai solteiro, veterano de guerra)
  • Papéis dos personagens (personagens femininas marcantes)
  • Temas do enredo (amadurecimento, perdão)
  • Tom da história (distópico, comédia)
Além disso, há outros jeitos de conseguir palavras úteis, como testar na barra de busca (como na imagem), na barra de buscas do Google e em softwares específicos - que infelizmente só conheço em inglês como o Publish Rocket.




Conforme seu livro estiver na plataforma, os comentários e posição em rankings também influenciam seu destaque na plataforma. Então além de otimizar a página do seu livro, trabalhe também com redes sociais e converse com seus leitores para conseguir um bom resultado nesta parte também.