Como conhecer os livros que te indicam (ou entendendo o sistema de recomendações)

Nossos livros podem ser independentes, mas estamos dentro do sistema de compra, venda e aluguel da Amazon, e para isso é importante ver e ser visto e entender em que categoria você se encontra.Uma das dicas que sempre vejo por ai é como encontrar a categoria certa ou acessar as categorias "escondidas" da Amazon, mas esses dias descobri uma forma legal de visualizar isso: o Yasiv.

É um site fácil: você busca seu livro ou seu nome de autor e escolhe a categoria - aconselho fortemente sempre ver "Books" ou "Kindle Store" - e ele aponta de onde vem seus leitores e para onde vão depois que olham seu livro. E por que isso é importante? Para saber onde está você e os livros parecido com os seus.




No meu caso, por exemplo, descobri que estou perdida no mar de livros contemporâneos. "O Viúvo" de G.R. Oliveira, "Kostas" de J. Marquesi, "A Esposa Virgem" de Stephane Lima e "O Dia em que Você Chegou" de Nana Pauvoulih são hubs, centros de destaque na teia de indicações, com muitos leitores passando por ele. Ai você pergunta novamente: mas para que eu quero saber isso?

Estratégia de vendas!

Sistema de recomendações são algoritmos automatizados que apresentam produtos a partir do público consumidor. Se 1) seu livro não é visto, ele não é consumido e logo não entra nas indicações e se 2) você vende muito para gente sem muita adesão ao teu conteúdo - por exemplo, família e amigos - confundindo o algoritmo e afetando seus resultados.

Então como montar sua estratégia com base nos resultados do Yasiv?

Primeiro: analise quem está chegando até você e como. Essas pessoas são seu público. Depois é tentativa e erro: mexer em uma categoria, trocar algumas palavras chaves. Tentar alguns dias e mexer se necessário. Eu praticamente dobrei minhas leituras em uma semana fazendo isso.

Segundo: como eu disse antes, você entendeu seu público e já está fazendo algo sobre seu publicador, então o próximo passo são as redes sociais. Olhe o que os Hubs e os livros muito ligados ao seu tem de diferente e igual e compare. Crie conteúdos que podem combinar com esse público, vale até mesmo trocar uma ideia com as autoras. Quase todas são sempre muito abertas sobre sua escrita e seu público. As pessoas costumam querer ajudar.

Terceiro: analise sempre. Não é porque está assim hoje que amanhã estará igual. Avalie seu ranking, suas teias, suas páginas. Avalie. Até quando não se tem tempo, pequenas mudanças vão ajudar a evoluir. 

E sua estratégia não se resume a isso. Ao longo dos meses vou postando aqui sobre como ajudar a melhorar suas vendas, presença virtual e qualidade de produção. Já postei aqui sobre banco de imagens para suas capas e imagens de redes sociais e ferramentas de edição de imagens com templates pré-prontos.