Quanto você pode cobrar pelo seu livro?

Ao longo das semanas, tenho falado sobre alguns aspectos de divulgar e escrever por aqui, mas durante os últimos dias ouvi a seguinte pergunta: quanto cobrar pelo meu livro? E se o retorno da Amazon não valer a pena? Primeiro de tudo, o que vou falar vale para a Amazon, que é o serviço que uso. Qualquer outra plataforma além do KDP, não conheço e não posso dizer se a lógica é a mesma, então tentem adaptar, ok?

A primeira coisa a se pensar na hora de escolher seu preço é se entrará ou não dentro do programa Unlimited. Os planos de Royalties são de 35% ou 70% - sendo que só os livros cadastrados no KU conseguem chegar ao valor maior aqui no Brasil.

O que a Amazon sugere para a loja brasileira (aqui você encontra a tabela completa país a país):

  • Royalties em 35% que tem menos que 3 MB: De R$ 1,99 a R$ 400,00
  • Royalties em 35% com tamanho maior ou igual a 3 MB e menor que 10 MB: De R$ 3,99 a R$ 400,00
  • Royalties em 35% com tamanho maior que 10 MB ou maior: De R$ 5,99 a R$ 400,00
  • Royalties de 70%: de R$ 5,99 a R$ 24,99.
A Amazon ainda explica o calculo de custo de entrega e que países aceitam apenas 35% e quais e de que formam aceitam os Royalties de 70%. Aqui você encontra mais informação detalhada sobre isso. Depois disso tudo não sabe qual escolher? Vá pelo que te oferece mais retorno. Não tem porque escolher 35% quando seu livro tem potencial para receber 70% do lucro em royalties.

Escolhi quanto de Royalties vou receber, e agora?

Marketing explica bem a diferença entre preço x valor: o primeiro significa o custo de determinado preço ou produto, o segundo, é sobre percepção do outro, a valia do que você está precificando.

Segundo ponto importante: seu trabalho não é gratuito. Apesar de digital e feito em ferramentas gratuitas, o tempo que você dedicou a aquilo, escrevendo, editando e lapidando.

Então para definir o valor do seu livro, vale uma continha rápida: quanto te custa, quais despesas tem, quanto você quer de lucro. Um exemplo para clarear as ideias. Vamos dizer que no seu primeiro ano como autora você queira ganhar R$2000 todo  mês. Para que isso aconteça você precisa saber seus custos fixos, no caso a sua hora de trabalho.

Em matemática simples:

  • R$2000/220 horas (jornada de trabalho clássica de 44 horas semanais) = 9 reais a hora.
  • Mas você só se dedica a escrita 20 horas por mês (1h por dia em dias uteis) = custo mensal fixo de 180 reais
  • Existe algum custo variável? No meu caso, eu pago o Office 360, que me custa R$30 por mês.

Na ponta do lápis: seu mês custa 210 reais. Vamos colocar um lucro de 30%

Vou usar uma métrica do SEBRAE para provar um ponto:

Eles sugerem fazer o seguinte calculo:

  • Conta 1: hora de trabalho x 8 + custos extras/dia. No meu exemplo seria: R$ 73
  • Conta 2: (custo fixo mensal/lucro de seis meses) x 100: 18,25
  • Conta 3: 100 - (18,25 custo + 30 meu lucro)/100 = 51,75/100 = 0,5
  • Conta 4: Jornada de um dia de trabalho x a taxa de serviço da conta 3 = 73 x 0,5: 36,5.

Resumindo: R$36,50.

Um calculo mais simples para escolher

Lembra o nosso papo de valor x preço ai em cima? É ai que entramos em uma conta muito mais amigável e que eu sugiro como base: R$2000 significa em média 200 mil leituras, se seu livro tem, digamos 400 páginas, isso significa que 500 pessoas precisam ler seu livro inteiro ao longo do mês, em média 16,6 livros por dia. O calculo de unidade se modifica conforme o tipo de Royalties e valor escolhido mas a lógica é a mesma. Exemplo, um livros custando R$5,99 recebem em média 4 reais de Royalties em 70%. A conta fica igual: 500 livros por mês, 16, 6 por dia.

Então como escolher o seu preço? Não cobrando R$36,50 é um passo, principalmente porque a Amazon sugere até R$24,99.

Em que situações seu livro se encaixa neste preço máximo: quando você é um especialista em algo e o livro é de não-ficção. Livros de editoras chegam a preços próximos mas eles tem estruturas para bancar ao contrário de você que trabalha sozinha.

Para autores de ficção, principalmente de romances, o valor médio está entre R$2,99 e R$6,99 - Dica! olhe a lista de mais vendidos e veja livros com características como o seu, com temática e quantidade de páginas parecidas. Itens como capa e diagramação bonita contam na percepção de valor.

A Amazon está implementando uma ferramenta de sugestão de preço, mas ainda está disponível apenas na loja dos EUA. você consegue dar uma olhada neste link.


Resumindo, quanto cobrar?

A percepção do leitor importa, então livros menores devem ser mais baratos do que livros maiores. Se seu livro tem 900 páginas, não é justo ele custar o mesmo que um de 250, mas também não é justo o leitor pagar 10 vezes mais.

Minha dica é se manter no valor médio de R$2,99 a R$ 6,99 e pensar no seu custo: escrever te custa R$210 por mês. Se você lança um livro por mês isso é mais lucrativo do que quando você demora três ou seis meses. Aqui tem uma publicação sobre ciclo de vida do produto que é bem interessante. Isso também te dá mobilidade para estratégia: aumentar o preço em lançamentos, diminuir em promoções e períodos especiais. O céu é o limite.

Sobre como receber royalties fora do Brasil, vou fazer uma postagem depois, mas deixo outra dica: deixar o KDP configurar de acordo com os preços da loja principal brasileira.

Meu livro pode ser gratuito?

Existe ainda uma opção - que eu não indico - de conseguir colocar seu livro gratuito além do período promocional da Amazon que dá cinco dias por ciclo do KDP Select (que atualiza a cada 3 meses).

Para fazer isso, publique em uma outra livraria online com o preço gratuito e informe (ou peça para alguém informar) a Amazon. A politica da Amazon é de entregar o menor valor possível de livro, logo ela pega o valor praticado na outra livraria e emprega na dela.

Em alguns dias o livro estará gratuito. Lembrando que como é preciso publicar em outra livraria, o e-book não deve estar cadastrado no KDP Select. Na internet você pode ler um pouco mais sobre o free-perma.

Eu não aconselho a deixar um livro gratuito de forma permanente porque você queima o potencial do seu e-book: uma vez gratuito, quase impossível reverter a questão, e possíveis estratégias de venda e marketing não poderão ser feitas.